info 10% desconto Regista-te na nossa newsletter e recebe o cupão de Desconto por email.

Concordo com o processamento de dados por parte da entidade para fins de comunicação e concordo em ser contactado pela mesma entidade.

Drift Land- Marinha Grande

Drift Land- Marinha Grande

O circuito DriftLand na Marinha Grande, recebeu nos dias 16 e 17 de Outubro a 4ª prova pontuável para o Campeonato de Portugal de Drift.

Num fim-de-semana com condições climatéricas bastante instáveis, os pilotos tiveram que adaptar a sua condução a cada volta que faziam, pois a pista tão depressa estava seca como logo se seguida estava húmida e escorregadia. Um desafio nada fácil mas que trouxe muita emoção a toda a prova. O público aderiu em bom número e a cada batalha iam vibrando mais com o espetáculo proporcionado pelos pilotos.

Na categoria de Iniciados, esta prova teve até ao momento o recorde de inscritos, e tudo fazia prever uma luta bastante interessante pelos lugares cimeiros. Contudo, devido à dificuldade do traçado apenas Leandro Marques conseguiu pontuar, e assim foi o único piloto a subir ao pódio.

Na Semi-Pro as lutas foram mais intensas. Destaque para a batalha entre José Magalhães e Rafael Dinis, onde este último apenas saiu como vencedor após realizados dois “one more times”. Aliás, Rafael Dinis e o seu companheiro de equipa Ricardo Antunes, foram ao longo do dia proporcionado as melhores batalhas em pista, tendo inclusive encontrando-se os dois na batalha da semi-final para disputar o 3º e 4º lugar, num confronto épico e repleto de emoção e espetáculo. O 3º lugar acabaria por ser ocupado por Ricardo Antunes, enquanto o 2º e 1º lugar foram conquistados respetivamente por Hélder Alves e João Vieira, este último que irá assim chegar à próxima prova com uma vantagem bastante confortável em relação ao segundo classificado do campeonato, João Salvador.

Na categoria mais alta, a Pro, a adrenalina esteve também em alta. Pedro Sousa e Ermelino Neto estiveram em grande destaque todo o fim-de-semana, assim como João Gonçalves, que por várias vezes levaram o público ao rubro. Já um dos favoritos à vitória e atual líder do campeonato, Nelson Rocha, viu-se obrigado a abandonar a prova por avaria mecânica, deixando assim a luta pelo campeonato totalmente em aberto. 

Na semi-final, Ermelino Neto conquistou o terceiro lugar a Pedro Sousa, enquanto na final a vitória sorriu a Filipe Vieira, ficando João Gonçalves com o segundo lugar.


Texto: Luís Lamego

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

error: Este conteúdo está protegido contra cópia
X