info 10% desconto Regista-te na nossa newsletter e recebe o cupão de Desconto por email.

Concordo com o processamento de dados por parte da entidade para fins de comunicação e concordo em ser contactado pela mesma entidade.

Sever do Vouga esteve ao rubro com o Campeonato de Portugal de Drift

Sever do Vouga esteve ao rubro com o Campeonato de Portugal de Drift

João Salvador e João Gonçalves - PRO.JPG

O Circuito do Alto do Roçário em Sever do Vouga foi palco da terceira ronda do Campeonato de Portugal UnlockEnergy Drift este fim-de-semana, onde o calor e a adrenalina não faltaram à chamada, com milhares de pessoas a assistir nas bancadas ao espetáculo proporcionado pelos 43 pilotos inscritos.

Com parte das obras de requalificação do circuito a serem estreadas nesta prova, e com as classificações do campeonato ainda todas em aberto nas três categorias, estavam reunidos os ingredientes para que esta nova entrada no calendário nacional fosse um caso de sucesso. E assim foi, tendo-se registado uma excelente moldura humana que apesar do muito calor que se fez sentir, não arredaram pé até ao final desta etapa organizada pelo Vouga Sport Clube.

Nesta ronda voltou a ser utilizado o cronograma que tinha sido experimentado na prova anterior de Leiria, o que parece ser do agrado de todos os pilotos e tem funcionado na perfeição. Assim, o dia de sábado foi todo ele reservado às sessões de treinos, tendo os pilotos muito mais tempo para se habituarem ao traçado e realizarem afinações nos seus carros. Ainda da parte da manhã, João Silva foi protagonista de um aparatoso despiste, tendo sido transportado para o hospital. Felizmente tudo não passou de um susto, e o piloto no domingo já estava em prova pronto a disputar o melhor lugar.

Bernardo Pereira - INICIADOS.JPG

O domingo foi então o dia de todas as emoções, com as qualificações de todas as categorias a terem lugar da parte da manhã, enquanto as fases de Batalhas da Semi-Pro e da Pro ocuparam a tarde. Nas qualificações, a grande surpresa foi Bernardo Pereira nos Iniciados, que com apenas 15 anos e a disputar a sua primeira prova, deixou todos os presentes de “queixo no chão” com a sua pilotagem praticamente perfeita. Pode-se dizer que Bernardo chegou, viu e venceu, tendo alcançado a vitória com uns impressionantes 65 pontos, o que deixou o público a aplaudi-lo de pé e valeu ao piloto de Aveiro o batismo de “revelação do ano”. No segundo lugar do pódio ficou outra surpresa do fim-de-semana, Pedro Pereira com 40 pontos, e com 31 pontos Samuel Vergas conquistou o terceiro lugar.

A Semi-Pro esteve bastante animada e muito renhida, tendo mesmo sido necessário recorrer por três vezes à “One More Time”, uma delas entre José Magalhães e Miguel Peixoto já na luta pelo 3º e 4º lugar. Estes dois últimos, em especial, estiveram verdadeiramente diabólicos nos dois dias e foram protagonistas de passagens e de batalhas de eliminação absolutamente épicas, o que revela uma evolução muito significativa de ambos os pilotos. Imparável esteve também Rafael Ferreira que obteve a melhor classificação nas qualificações com 88 pontos, e nas batalhas deixou para trás Filipe Marques, Ricardo Antunes e Miguel Peixoto, conquistando assim o segundo lugar do pódio depois de perder a batalha final com Joel Silva. Joel foi assim o vencedor desta categoria, com a sua condução agressiva e sempre espetacular como nos tem habituado. O pódio ficou fechado com José Magalhães no terceiro posto.

Rafael Dinis e Miguel Peixoto - SEMIPRO.JPG

Na Pro, a animação começou nos oitavos de final, tendo sido eliminados no Top16 os pilotos Stephane Ribeiro e o espanhol Marcos Correa. Armindo Martins era um dos favoritos à vitória, porém na luta com Filipe Vieira, Martins falhou o arranque e saiu completamente da linha de qualificação, o que obrigou Vieira a parar para evitar o choque e esse erro foi fatal para a conquista de nova vitória de Armindo. Filipe Vieira acabaria por abandonar com problemas mecânicos, terminando assim na 4ªa posição. No terceiro posto ficou João Gonçalves, que como sempre deu muita luta aos seus adversários. Na grande final encontraram-se João Vieira e João Salvador que realizaram uma magnífica “run”, sempre muito próximos um do outro e que fez disparar a adrenalina ao máximo, subindo Salvador ao 2º lugar e Vieira ao degrau mais alto do pódio, terminando assim debaixo de um sol escaldante esta 3ª ronda com organização do Vouga Sport Clube.

O Campeonato de Portugal UnlockEnergy Drift ruma ainda este mês, dias 30 e 31, até Melgaço, onde se disputará aquele que é provavelmente o traçado mais desafiante da temporada.

____

Luis Lamego (Press Officer Campeonato Portugal Drift)

PhotoMotor e DriftKult são marcas da Associação Aveiro Elite Club
Mais sobre nós: CLIQUE AQUI

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

error: Este conteúdo está protegido contra cópia
X