info 10% desconto Regista-te na nossa newsletter e recebe o cupão de Desconto por email.

Concordo com o processamento de dados por parte da entidade para fins de comunicação e concordo em ser contactado pela mesma entidade.

Anthony Rocci venceu Desafio Ibérico de Drift em Braga

Anthony Rocci venceu Desafio Ibérico de Drift em Braga

Anthony Rocci e Armindo Martins.JPG

Este sábado teve lugar o Desafio Ibérico de Drift, com o Circuito Vasco Sameiro em Braga a ser o palco deste duelo entre Portugal e Espanha.

Esta prova resulta de uma parceria entre o Campeonato de Portugal Unlock Energy Drift e o Campeonato Espanhol de Drift, tendo sido selecionados 16 pilotos de cada campeonato para disputarem o título de Campeão Ibérico de Drift, título esse que será entregue na segunda ronda que será realizada no Circuito de Jarama em Madrid a 4 de Dezembro. A defender as cores do Drift Spain Series estavam também seis pilotos franceses e dois ucranianos, alguns deles que competem também no campeonato europeu Drift Masters a par do português Diogo Correia.

Na parte da manhã realizaram-se os treinos livres e as Qualificações, onde o destaque vai para Joel Silva que pilotou pela primeira vez um carro que alugou à Drift4U e conquistou o 1º lugar. Os restantes pilotos nacionais conseguiram superioriza-se na tabela qualificativa, onde o facto de conhecerem já o traçado jogou sem dúvida a favor da comitiva portuguesa.

Da parte da tarde as Batalhas de eliminação começaram com uma hora de atraso, atraso esse que se deveu a uma solicitação de vários pilotos para conseguirem realizar reparações nos seus carros. Ainda assim alguns não conseguiram efetuar as reparações em tempo útil, não tendo alinhado no Top32. Contudo, emoção não faltou no Top32, onde se disputou algumas das melhores batalhas do dia, como foi por exemplo o caso de José Magalhães que levou a melhor depois de um “One More Time” com Rodrigo Gallo, e Sérgio Gomes que venceu Eloy Hinojosa numa disputa arrepiante. João Salvador venceu também a batalha contra Jeremy Couvreur, depois do seu oponente ter desistido no “One More Time”, e João Silva apresentou-se diabólico e venceu o francês Ange Muñoz.

O Top16 começou com uma batalha digna de uma final, Joel Silva e Hélder Alves proporcionaram uma luta de arrepiar onde Alves foi o vencedor. Os portugueses José Magalhães e Sérgio Gomes acabariam por passar diretos para o Top8 devido a desistência dos seus oponentes, e o clima voltou a aquecer na luta entre Armindo Martins e João Salvador, que depois de pequenos erros cometidos por João, levou a vitória o campeão nacional. João Silva venceu Pablo Velez e Anthony Rocci liderou frente a Americ Armonde. Outra luta alucinante no Top 16 e digna de uma final foi entre os ucranianos Alex Golovnya e Daniel Korogodki, tendo vencido este último.

No Top8 Hélder Alves venceu José Magalhães, e Armindo Martins venceu Sérgio Gomes, duas batalhas de altíssimo nível. O português João Silva ficava agora pelo caminho frente ao espanhol Oscar Ruiz, e o francês Anthony Rocci venceu contra todas as expectativas ao ucraniano Daniel Korogodki.

Passando então para o Top4, o atual campeão nacional Armindo Martins venceu a batalha frente a Hélder Alves, tendo depois disso a prova sido interrompida devido à fraca luminosidade. O atraso inicial acabou por sair caro à organização, e devido à falta de iluminação no circuito, o júri e o colégio desportivo optaram por concluir a prova no dia seguinte.

Assim, domingo de manhã e antes da iniciação da qualificação para a Taça de Portugal de Drift, foram realizadas as batalhas para concluir o Desafio Ibérico de Drift. A concluir o Top4, Anthony Rocci saiu vencer frente a Oscar Ruiz, este último que finalizou a prova no 4º lugar depois de ter perdido a final com Hélder Alves, que subiu assim ao 3º lugar do pódio. Na grande final para encontrar o primeiro e segundo classificado, a luta foi entre Armindo Martins e Anthony Rocci. Quando seguia como perseguidor a Rocci, Armindo manteve a proximidade ao opositor e proporcionou uma batalha incrível de assistir, porém na troca de posições e quando seguia como líder, entrou com alguma velocidade excessiva no “drift attack” e acabaria por sair com as duas rodas traseiras da pista, ficando assim o piloto português com o honroso segundo lugar, tendo subido ao lugar mais alto do pódio o piloto francês Anthony Rocci que estava a representar a comitiva espanhola do Drift Spain Series.

A desforra, como já referimos, está agendada para 4 de Dezembro no Circuito de Jarama em Madrid, podendo os portugueses assistir à prova pelo LiveStream que será transmitido nos canais de Youtube de ambos os campeonatos.

__

Luis Lamego (Press Officer CPD)

PhotoMotor e DriftKult são marcas da Associação Aveiro Elite Club
Mais sobre nós: CLIQUE AQUI

Partilhar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

error: Este conteúdo está protegido contra cópia
X